Gestação sem bebê, como é possível?

Menstruação atrasada, sonolência, enjoos e outros sintomas típicos levantam a suspeita, e os testes hormonais confirmam que a mulher está grávida. Mas, por volta da 6ª semana de gestação, quando normalmente é realizada a primeira ultrassonografia, o especialista não consegue visualizar o embrião.
A esse fenômeno, chamamos gestação anembrionada ou ovo cego. Nesse caso, repete-se o exame com intervalos semanais, até que o chamado saco gestacional atinja o tamanho de 20 milímetros. Se o quadro persistir, não houver aparecimento da vesícula vitelina (já fizemos um post sobre esse assunto aqui) e embrião fecha-se o diagnóstico de gravidez anembrionada. Isso acontece porque quando o espermatozoide fecunda o óvulo ocorre uma falha genética durante a união dos gametas.
Mas isto não significa que a mulher não poderá gerar filhos normalmente numa gestação futura.
A gestação anembrionada é considerada uma falha da natureza e não existe nenhuma medida específica que garanta a certeza de não passar por esta situação.
O ideal é a mulher estar com seus preventivos em dia e manter uma rotina de vida saudável.

 

FALE CONOSCO

Entraremos em contato o mais breve possível.

Enviando

©2019 Desenvolvido por Agente 2741

× Olá, posso ajudar ?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?