Câncer de mama em mulheres jovens

Os estudos realizados com aproximadamente 600 mulheres mostraram que no caso de mulheres jovens, com idades entre 30 e 50 anos, o câncer de mama pode evoluir de forma diferente de uma mulher para a outra.  Portanto, cada caso requer discussão multidisciplinar e habilidades especiais para lidar com as questões específicas destes grupos etários, tais como a hereditariedade da doença, sexualidade, preservação de fertilidade e gravidez; antes de se adotar qualquer que seja a intervenção: cirúrgica, quimioterápica, entre outras.
A observação dos pesquisadores é ressaltada pelo fato, de que na maioria dessas pacientes, a volta (recidiva) da doença era local e não metastática, e pode ocorrer ou não, em mais ou menos anos, em uma ou outra mulher. Daí a necessidade de novos estudos para definir melhor forma de reconhecer fatores de risco biológicos e clínicos para recorrência, com objetivo de identificar modelos prognósticos e direcionar terapias. Enquanto isto não acontece, cada caso deve ser identificado e tratado de maneira específica.
Fonte: Onconews

FALE CONOSCO

Entraremos em contato o mais breve possível.

Enviando

©2019 Desenvolvido por Agente 2741

× Olá, posso ajudar ?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?